quinta-feira, 24 de julho de 2008

Contato do Valdir

Caso queiram contactar o Valdir, nosso empresario: valdir@terra.com.br

6 comentários:

13zen disse...

Olá,
Eu gostaria de fazer uma pergunta sobre o Show Acústico de vocês... No cenário, durante as músicas, aparece no trem uma figura de dois pássaros e uma pedra (parece algo Celta, mas não tenho certeza). Este mesmo símbolo eu vi quando fui ao Show Acústico de vocês na Ilha São João em Volta Redonda. Saberiam me dizer o que significa esse símbolo??? Desde já agradeço, mando um grande abraço e ainda tieto!!! Sou fã, sou fã, sou fã!!!

Di Bárbara disse...

Hehehe =D

Matheus Borges disse...

A BUSCA DO PORRÃO... PODE TER ALGUM ERRO!
A busca do porrão não é de paz ou de abraço
De grade de foice amarelada não é de cangaço
Não tem cor não tem K.O., nem promessa nem fita nem missa.
A busca do porrão na missão é uma sina
A busca do porrão não faz barulho e não cobra divida
A busca do porrão é a intenção no abraço consternado do pai, no filho pródigo perdoado e presente felicidade que não começa e nem termina no espaço da paz.

Aflição do som do espaço vazio,
O amor que não da pitaco que não da pio
(x2)

A busca do porrão não tem fim, não tem fim, nem finalidade.
Onde é necessária não tem, não tem cidade.
A busca do porrão é a beleza nunca perdida da cidade
Para alem do silencio do gozo da mulher difícil da cidade

O patrão e o encaixe neura do torturado
Pra alem trem o ônibus do pé inchado
Do patrão o encaixe neura do torturado
Foleado café milho e misturado

A busca do porrao vai alem, alem do mal e adão.
Abraço evangelho, evangelho e curtição.
Onde ninguém se perde, luz dramático e sexo.
Não tem traira, não tem canivete.
Sem traira, sem canivete, sem traira sem e canivete.

O legal encontra o razoável
No encaixe neura do torturado
O legal encontra o razoável
Foleado, café milho e misturado.

Alem do papo mudo repetido
Alem da compreensão
Alem do cabelo reague sem discriminação
(x2)

No porrao não se respira
Não se vende não se aplica
O porrão não se respira
O porrão é pura pica
O porrão não se respira
Não se vende não se aplica
O porrão não se respira
O porrão é pura pica

A busca do porrão não tem fim e não faz barulho
(x4)

Em breve minha interpretação em http://viagensrappa.blogspot.com/
Essa vai dar trabalho heim? Letra complexa!

revoluçao disse...

Um blog muito interessante e com ideias novas, de um movimento por um Brasil mais digno, que comecou a pouco.
http://revolucionarioracional.blogspot.com/ na intencao de mostra a futilidade que banaliza a convivencia
A quem possa interessar, Leia com carinho, muito obrigado!

Niti disse...

VIM LA DA GRINGA PARA VER O RAPPA NO CREDICARD HALL,COMPREI O CAMAROTE PRA GALERA,CONSUMI A NOITE INTEIRA ,TAVA MO CALOR ,E O ZE RUELA DO SEGURANCA NAO DEIXOU EU TIRAR A CAMISETA,PIOR Q NAO TEM ESPACO PRA CLIENTE NO SITE DO CREDICARD,MAS AI, O SHOW FOI DO CARALHO,BOM MESMO,PRA MIM A MELHOR BANDA DO MUNDO,VCS SAO FODA,VALEU

cristina disse...

Olá Valdir tudo bem? eu sou a cunhada de Valquiria esposa de Luiz Carlos, estivemos no show no sabado, achei muitolegal adorei, espero poder ir em muitos mais.Abraços aos meninos q são D+. Bjos!